domingo, 8 de novembro de 2009

"Telhados de vidro...."

Os comentários e os blogues anónimos continuam a causar grande consternação na blogosfera estremocense. Como “quem não sente não é filho de boa gente”, é natural que os visados nestes posts e nestes comentários injuriosos se sintam incomodados e se insurjam contra estes blogues.
Também eu já “vesti essa pele”. De quando em vez o meu nome também tem aparecido pelos blogues, mas, felizmente, poucas em forma de insultos. Cito apenas um comentário que foi publicado no blogue “Estremoz Soeiro”:

Pinceleta disse...
Sr. Pedro estranhei que o sr, esteja a destacar o que todos sabem é que há bom cinema em Estremoz e agora apareça um sr que diz que é jornalsitra mas também é blogueiro e bêtêtero a dezer que foi ao cinena. ainda bem para ele a ver se se cultiva, o home faz tudo pra aparecer na capa do pasquim. amigos? não tem

Em relação a este comentário, como não me revi nele n
ão “me aqueceu nem me arrefeceu” e tenho plena consciência de que foi colocado para “ver se pegava”, ou seja, para mais pessoas agarrarem o tema “Jorge Pereira” e, assim, poder gerar mais alguns insultos. Mas, ao contrário do que é normal nestas situações, a tentativa saiu frustrada e os comentários ficaram por aqui…
Nesta situação poderia também ter pedido ao autor do blogue para retirar o comentário, mas, confesso, que estava curioso para ver onde é que isto poderia chegar.
Inclusivamente, quando no “Estremoz Revisited” aparecem comentários que pretendam denegrir a minha imagem, em vez de os apagar, faço questão de os colocar como post principal para todos poderem observar. Estou de consciência tranquila e como não me revejo neles considero que devo proceder desta forma!
Mas, não é este o tema principal deste post.
Independentemente de o blogue ser assinado ou não, considero que não se devem aproveitar estes espaços para falar de tudo e da forma que nos apetece. Há limites que não podem ser ultrapassados ou, pelo, menos não deveriam.
O 25 de Abril acabou com a censura e restituiu aos portugueses a liberdade de expressão mas, como se diz vulgarmente, “a nossa liberdade acaba onde começa a dos outros”!
Acusar o presidente da Câmara Municipal de Estremoz, independentemente de quem seja, de frequentar “Bares de alterne” e de pedir “facturas, em nome da Câmara, como sendo de "jantares", para ser reembolsado”, ou afirmar que a vereadora “mostrou que se sabe prostituir. E que até já tem um "chulo" : o Presidente Mourinha...” em nada contribui para elevar o nível da blogosfera. São ainda, na minha opinião, acusações que não deveriam passar impunes!
Um pouco por todo o lado, vejo pessoas que parecem ser os donos da palavra. As suas opiniões e análises é que contam, são as únicas correctas e não há sequer margem para discussão.
Se por um lado estes senhores “são um exemplo a seguir por todos nós”, por outro as suas acções e provas dadas (ou não) nada abonam a seu favor e no seu lugar eu tomaria uma posição de “low profile” para não levantar o pó… “Quem tem telhados de vidro não deve atirar pedras ao telhado dos outros”.
Quanto à vereadora Sílvia Dias será tema de um próximo post, quando baixar o pó. Gostaria, no entanto, de lhe deixar uma palavrinha. Na qualidade de grande amigo, estou tranquilo porque tenho toda a certeza de que ela irá fazer um bom trabalho e tudo o que estiver ao seu alcance para elevar o nome da cidade e dos estremocenses!

12 comentários:

Anónimo disse...

Ò menino,não te amofines com esse tal de Abel. Ele está é a precisar de um Caim para lhe fazer pagar as dívidas que deixou por Estremoz. E ao que se diz também por por outros lados.
A vereadora e o Mourinha, a quem eu nada devo e de quem espero não precisar, têm mais nível num só dedo do que esse pilantra caloteiro e sua companheira. Os do BE cá do sítio sabem bem - apesar de tardiamente - o que são aquelas duas aventesmas que passaram por Estremoz.
Parece que agora emigraram para o norte. Fiquem por lá.

Estremoz - Alentejo disse...

Olá Jorge!

Realmente tens razão, alguns de nós ja experimentamos na pele a pouco educação de algumas pessoas.

A desculpa da "liberdade de expressão", tem sido utilizado quando se pretende passar além do limite da liberdade dos outros...e aí sim termina a liberdade e começa a evasão à vida privada de cada um.

Foi um tempo muito feio, aquele que passou aqui pela blogosfera, tal como tu, estou à espera que a poiera baixe, porque gosto destes espaços, mas quando saõ construtivos, e não destrutivos, e foi aquilo que se foi passando por aqui (blogosfera), durante algum tempo. Confesso que já tinha algumas saudades de voltar a deixar as minhas opiniões no teu espaço.

Agora queria deixar aqui algumas palavras, poucas, porque o assunto não me é fácil, à Silvia eu gostaria de dizer que me é dificil aceitar a tomada de posição dela, mas que nunca, jamais poderei concordar com as palavras escritas nesse blog...gostaria de deixar aqui expressamente o meu desagrado na forma como esse blog escreve sobre pessoas, a Silvia é maior, e capaz de tomar as atitudes que considere correctas, podemos concordar ou não!!!!

Jinhos
Margarida

Anónimo disse...

Mais um bom post. É preciso muita coragem para nesta altura falar em determinados temas que têm deixado as pessoas muito nervosas. Quanto à nova vereadora espero que ela faça um bom trabalho para bem de toda a gente. Não concordo que por se aceite o convite lhe dificultem a vida. Se ela fizer um bom trabalho será positivo para todos nós. Quanto à mudança dela nõa a podem criticar. Há pessoas em Estremoz que andam a mudar de partido para partido e tudo por interesses pessoais. Se não queriam que ela se mudasse e queriam ter razão para falar nisso não tivessem aceite um no partido que se mudou da cdu à procura do tacho...

Anónimo disse...

Falta saber se a Sra. Vereadora se mudou por ter sido convidada ou por ter sido ameaçada, ao que parece ela é maior e vacinada mas não tem capacidade, ou autorização, para falar por ela, isso ficou bem patente na reunião da câmara que pode ser vista noutro blogue de Estremoz.
Cá pra mim para um presidente que diz ser contra politiquices está já tudo explicado e ainda nem um mês tem de governação.

Anónimo disse...

Teria sido muito positivo e esclarecedor a Silvia ter falado no dia da reunião de câmara, assim todos ficávamos a saber o que realmente se passou, senão vai ficar sempre a dúvida (a Silvia não falou porque não quiz ou porque não a deixaram falar?)e quanto ao comunicado dela está publicado onde? ainda não tive oportunidade de ler.
Quero ainda dizer que somos livres de tomar as nosas decisões e fazer as nossas escolhas, só não somos livres de as fazer só porque nos convém ou nos tráz mais benefícios.
Há muita coisa que o dinheiro pode comprar mas a honra e a palavra dada nunca...jamais

Anónimo disse...

para o anónimo das 0.20, não sei o que justifica cada uma das mudanças, uma delas, de certeza foi o dinheiro, e não estaremos a falar do tal que se mudou da cdu para o ps, não estou a ver o basso a fazer isso. no entanto e se falarmos em tachos podemos começar pelo teu como chefe de gabinete, ve se atinas, pois é por essas e outras que tens a cabeça a prémio, cria juízo porque já és pai!

Jorge Pereira disse...

Atenção aos comentários. Por favor não passem das marcas... Podemos discutir estes temas sem partir para os comentários ofensivos!
Obrigado

Anónimo disse...

Atenção parece que a Nº 3 e nº 4 do PS era para renunciarem, para o excelente "Paraquedista", Gil Cortes subir.

Será verdade?

Bobagem disse...

Olha o JC a chamar bobo e paçhaço ao ZG. Isto tá bonito tá. Vão ver o que a blogosfera se vai transformar em ETZ, um piqueno contra um género de pessoa..

hlenucha disse...

Jorge,lamento que tenhas publicado o comentário do Anónimo cuja única identificação é 8 de Novembro de 2009 22:45. Ou o identificas ou serei obrigada, pela honra que foi difamada, a agir judicialmente contra ti porque permitiste a publicação de tal texto
Helena Russo

Jorge Pereira disse...

Moderem os comentários!!!!

Abel Ribeiro disse...

Caro Jorge Pereira
A minha esposa (não a minha "companheira", como o cobarde anónimo diz, talvez vendo-se ao espelho das suas falsas vidas duplas, penso) já clarificou tudo.
Só que há prazos e honra :
1) Prazos
Tem até hoje às 24 h para identificar o "anónimo", sob pena de, ao abrigo da muita jurisprudência existente sobre blogs, ter de assumir aquilo que me foi chamado a mim e à minha esposa, que Você podia não ter publicado, se moderasse os comentários (por ser anónimo) ou, mesmo, apagado, após conhecer o texto e, ainda mais, após a denúncia; não fez nada disso e agora já é tarde; gosta, afinal, do tão estremocense anonimato. Terá, talvez, de fazer 450 Km para responder por isso, caso não identifique o "corajoso" anónimo.
2) Honra
Alem do antes dito, não basta tentar moderar boatos, calúnias e difamações com intenções "seráficas" como os comentários que coloca, a convidar à contenção : de boas desculpas está "o Inferno cheio"; daí que exista um segundo acto ptencialmente criminoso, ou seja, ser conivente. Mas deste, sem ilidir o outro, pode pedir pública desculpa (que aceitaremos), no blog, mas não em comentário, mas em "post", retratando-se, TERMO A TERMO, INSULTO A INSULTO, daquilo que se permitiu publicar. Ou seja, dizendo que permitiu infâmias, das quais não tem provas, e de tal pede desculpa aos visados. NESTES TERMOS PRECISOs, MAS REFERINDO CADA OFENSA : PILANTRAS, etc.
São, pois, duas causas : a da difamação, e, aqui, não há solução (exigimos saber quem é o autor, senão é Você e esta só se resolve em Tribunal); a segunda, de conivência, que resolverá, de modo cavalheiresco, com um comentário, a publicar hoje, até às 24h, onde Você, termo a termo, repito, se retrata de ter permitido tais impropérios,por um anónimo (tal como dito acima).
Fico a aguardar.
Já agora, gritar "Moderem os comentários" é uma irresponsabilidae. Quem tem um blog sabe que tem essa possibiidade e ela é de sua responsabilidade.
Se não o consegue fazer, feche o blog.
Lamento, Jorge.