domingo, 18 de janeiro de 2009

Obstáculos e mais obstáculos!!!

Constrangimentos como este vão proliferando um pouco por toda a serra D’Ossa e terrenos adjacentes. Já não vai sendo fácil para os amantes de desportos todo-o-terreno escolherem um percurso livre de obstáculos.
Os betetistas já estão, de certa forma, habituados a andar com a bicicleta às costas, ora por cima de vedações ou a saltar pedregulhos como este. Todos os caminhos já vão estando cortados. Quanto aos desportos motorizados têm uma tarefa mais difícil ainda porque em determinados locais já não passam. Esta situação é preocupante até porque a serra D’Ossa poderia fomentar este tipo de modalidades e, assim, chamar mais gente à nossa terra. Vejam quantos atletas vêm de outros locais do país competir na prova anual realizada pelo Clube Ciclomontanha de Estremoz, maratona “cidade de Estremoz”, que este ano já vai para a 4ª edição.
Compreendo que os donos dos terrenos pretendam zelar pelas suas propriedades, mas esta não é uma boa forma de o fazer.
O mais grave é que ao colocarem estes obstáculos estão também a impossibilitar a circulação de ambulâncias e de autotanques dos bombeiros. Todos os estremocenses ainda se lembram do último incêndio que devastou a serra e os danos que causou. Muitas famílias iam perdendo as suas casas e todos os bens amealhados durante uma vida inteira de trabalho.
Se para os “soldados da paz” já não era fácil aceder a determinados locais, como montes isolados para combater as chamas ou prestar auxilio em caso de doença, muito menos será agora. Assim, aumentam também cada vez mais as hipóteses de ficarem encurralados, reduzindo as possibilidades de salvar vidas alheias e de proteger as suas.

5 comentários:

Pedro Chouriço disse...

Realmente é uma situação, para não lhe chamar outro nome, Triste!!

Este ano quando atravessei Portugal em Btt(Bragança a Sagres-1000km-16 dias em autonomia), só quando chegamos ao Alentejo (Castelo de Vide)encontramos cercas (porteira,portão, etc)em caminhos rurais....deve ser pelo gado que há pelas terras....ou devia haver...
Claro que muitos "desportistas" (Btt,motocross,todo o terreno) não respeitam os locais por onde passam, e por uns acabam por pagar outros!
Realmente se houver um incêndio o proprietário do terreno deve lá ir abrir a porteira...
É o pais que temos!!!!!

Anónimo disse...

Qualquer dia está td vedado e só os ricos é que poderão gozar as paisagens que são de todos...
Este meu Portugal é dos RICOS!!

Anónimo disse...

Jorge quando falas de serra d'ossa, falas de ambiente, ar puro, desporto, mas desportos motorizados????? isso nem devia de ser permitido na serra. desportos de ricos, andem nos seus terrenos.
vejam no youtube o que um grupo faz pela serra nos seus bolides dentro de corsos de agua. E já agora, um agradecimento a portucel por despenar toda a serra, iclusive areas de pinhal.

Anónimo disse...

Não sei até que ponto é que podem cortar estas estradas desta forma. Se houver um incêndio na serra ela arde completamente. Os bombeiros n irão conseguir passar por estes locais

João M. Dias disse...

mas isso de porteiras e portadas já é normal, pelo menos estão todas elas de fácil abertura. nessas pedras de bicicleta ainda se passa. talves não devam de ser os bttistas o problema deste senhor. mas sim quem lixo deixa pelos campos. uma sugestão jorge tira também umas fotos a área em volta da fonte do cerejal para que todos possam ver o que alguns deixam quando abastecem da agua pura da serra d'ossa que tanto gostam.